COMO PARTICIPAR / HOW TO PARTICIPATE

Participar no projecto é muito simples e tem várias maneira de o fazer, a saber:

As mantinhas:

As mantinhas são , no geral, feitas de lã, em quadrados, 20 cms.x 20 cms. , feitos por uma ou vários pessoas os quais, unidos uns aos outros, fazem mantinhas de 1,20 m por 1,60m. Este é o tamanho geral, embora em cada entrega se possam adaptar às necessidades de quem as recebe. A participação pode ser feita de várias maneiras;

- doando as lãs;- fazendo os quadradinhos que deseje e enviando/entregando a mim; Fazendo a manta inteira. Aborrece-se de fazer quadradinhos, acha que não tem paciência para fazer uma manta? Pode fazer sapatinhos de bebé ou de dormir para adulto, casaquinhos, gorros, luvas, cachecóis, xailes , etc. Tudo será devidamente encaminhado a quem deles faça bom proveito. Gostaria de participar mas as lãs dão-lhe alergia? Pode fazer mantinhas de tecido, lençóis, simples ou bordados... um sem fim de alternativas. Contacte-me pelo e-mail que está associado ao projecto.

Fico à espera...


Participating in the project is very simple and you has several way to do it, namely: The blankets: The blankets are generally made ​​of wool, in squares, 20 cms.x 20 cms. , Made by one or several persons which, joined together, make blankets of 1.20 m by 1.60 m. This is the overall size, although in each delivery can adapt to the needs of the beneficiary. Participation can be done in several ways;- Donating wool;- Making the squares you want and sending / delivering to me;-Making the entire blanket. Bother to make squares, you do not have the patience to make a whole blanket? You can make baby booties or adult sleeping shoes, jackets, hats, gloves, scarves, shawls, etc.. Everything will be properly allocated to who make good use of them. Would you like to participate but you have wool allergy? You can make blankets in fabric, linen, plain or embroidered ... endless alternatives. Contact me by e-mail that is associated with the project. I would love to receive news from abroad.

Thank you anyway.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

As ironias da vida

Apesar de começar a ser uma situação recorrente, o certo é nunca me hei-de habituar e irá sempre fazer-me confunsão.
Há quase 15 dias contactei com uma Senhora que me foi informado como sendo alguém com responsabilidade/poder decisório num Centro de Idosos. Expliquei quem era, o que pretendia fazer, dei-lhe o nome do blogue para que fosse verificada a veracidade das minhas intenções e pedi-lhe que, caso aquilo que eu tinha para oferecer coubesse no âmbito das necessidades do Centro, me contactasse de volta dizendo quantas mantas precisavam pois o Tricot tinha algumas para oferecer.
Está visto que não pois, até agora, não tive nenhuma resposta ao oferecimento.
Aceito sem problemas que não fazem falta mas mereço uma resposta mesmo que ela seja negativa.
Não é uma pena?
Nunca me hei-de habituar. Irá sempre fazer-me confusão.
Perdoem-me o desabafo.

3 comentários:

mjbg disse...

Isa Querida

É típico português!! A não resposta!!! Eu fico também com pena, mas acima de tudo "furiosa"!!

Dou-te uma ideia: porque não apareces lá um dia destes com umas 2 ou 3 mantas para verem o que te dizem?

bjs grandes

João

Nucha disse...

Aí Isa, vês como é verdade o que digo? Até para dar nos olham de lado...e sem resposta.
Apre que isto me irrita.
Beijo para ti, dos grandes e solidários!
Nucha

Fátima disse...

Pois se não querem, há-de haver quem as aceite de bom grado; também só gostamos de dar a quem dá realmente valor ao que lhes é oferecido, porque para aceitarem e porem num canto, também não vale a pena. Às vezes, nestas situações, é preferível entrar nos lares, dar dois dedos de conversa com os idosos e depois ir novamente e entregar as coisas pessoalmente, sem passar pelas mãos dos responsáveis.
Bjs e sempre solidárias!